Custo da energia solar pode igualar fontes convencionais

A gigante informática norte-americana IBM está a desenvolver uma tecnologia solar cujo custo por Watt poderá ser comparado com o preço das fontes convencionais, como o carvão e o gás natural, revelou à Agência Financeira o cientista do projecto.

«Esta nova célula solar tem potencial para competir com as fontes convencionais, sobretudo porque os materiais utilizados existem em grande abundância na superfície da terra», afirmou David Mitzi, que sublinha ser este o desafio de qualquer investigador de renováveis.

Cobre, zinco ou enxofre, são estes os materiais necessários para constituir esta célula solar da IBM, ou seja, fontes que se encontram, por exemplo, num jardim. Até aqui, na constituição de painéis solares, eram utilizados elementos raros como índio ou cádmio.

Tecnologia já tem eficiência 40% superior aos últimos avanços

Mas, além de mais barata, o investigador garante que esta tecnologia também é mais eficaz na forma como capta a luz, e representa um grande avanço face aos últimos progressos. «Esta partícula tem uma eficiência de 9,6%», 40% superior ao conseguido anteriormente. No entanto, David Mitzi realça que ainda há um longo caminho a percorrer e não se atreve a avançar com uma data para a sua comercialização. «Esta investigação só começou há nove meses. Primeiro, precisamos conseguir uma eficiência de, pelo menos, 12 ou 14% e trabalhar em grandes áreas», referiu.

Aliás, a IBM tem apenas a «solução química», pelo que vai precisar de parceiros que trabalhem nas outras frentes de produção e que comercializem, por fim, os painéis solares. Para já, a gigante de tecnologia garantiu à AF que não está em conversações com nenhuma empresa.

Quanto a Portugal, com as suas vantagens e avanços nas energias renováveis, servir como plataforma para divulgação da descoberta, Mitzi considera prematuro falar nesse sentido, ainda que admita passar por Portugal para eventuais conferências ou «workshops» sobre o tema.

Comments

Deixar comentário