Melhorar a captação de energia solar com nano partículas

Investigadores da Universidade do Estado do Arizona, nos Estados Unidos, desenvolveram uma técnica que pode melhorar a captação de energia solar através do o uso de nano partículas de grafite, mil vezes menos espessas que um fio de cabelo.

O estudo foi divulgado no Journal of Renewable and Sustainable Energy, e informa que as células fotovoltaicas, que constituem os painéis solares, conseguem aproveitar apenas parte da energia do Sol para gerar electricidade, já que a maioria é perdida sob a forma de calor.

Uma alternativa para aproveitar a radiação solar são os painéis térmicos. O objectivo desta tecnologia é usar o calor para aquecer a água e gerar vapor, por exemplo, que pode usado para aquecer as casas ou introduzido em turbinas para gerar electricidade. Quando as nano partículas de grafite são integradas nos painéis, a capacidade do equipamento para captar energia do Sol aumenta mais de 10%.

Segundo os cientistas norte-americanos, a grafite é barata, porque uma grama do material custa apenas um dólar (cerca de 0,69 euros). Com apenas 100 gramas de nano partículas, é possível captar a energia solar absorvida por um campo de futebol.

A equipa responsável por este estudo calcula que o uso de nano partículas poderia economizar cerca de 2,4 milhões de euros numa instalação solar com 100 megawatts de potência. Curiosamente, é possível aproveitar nano partículas a partir da fuligem das centrais termoeléctricas a carvão.

Comments

1 comentário to “Melhorar a captação de energia solar com nano partículas”

  1. marco on Janeiro 27th, 2012 17:46

    muito bem

Deixar comentário